Salvador, 22 de setembro de 2018
Portal do IRDEB
Principal > TVE > Catálogo de Vídeos > Soterópolis 19/09/2013


Soterópolis 19/09/2013

cliques 2588 cliques | Avaliação: Avaliação: Avaliação: Avaliação: Avaliação:
Avalie você também |

Descrição

Esta edição do Soterópolis traz uma entrevista com Antônio Risério, o polêmico sociólogo e escritor baiano, que está lançando o livro “Edgard Santos e a Reinvenção da Bahia”. Não é uma biografia, segundo defende o autor, porque pouco se sabe sobre a vida privada do biografado, mas, uma pesquisa sobre os feitos de Edgard Santos, que foi um notável professor, o primeiro reitor da Universidade Federal da Bahia, membro da Academia de Letras da Bahia, chegou a ser ministro do governo Getúlio Vargas e, sem dúvida nenhuma, um dos grandes responsáveis pela expansão das artes e da educação do estado, implantando, inclusive as escolas de Música e Teatro na UFBA.

E tem mais literatura, entre as pautas: é a antologia da obra de Mabel Velloso, uma coletânea de todos os seus textos em forma de poema e prosa poética. Mabel, que é escritora, educadora, compositora, cordelista e poetisa, ganhou a apresentação do livro do irmão Caetano Veloso. A obra reúne textos publicados em 30 anos de produção literária que estão publicados nos livros “Pedras de Seixo” (1980), “Mato Verde Magia” (1981), “Gritos d´Estampados” (1984), “Trilhas”(1985), “Mulher nos cantos e na poesia”, “Poemas Endereçados” (ambos de 1987), “Muito prazer”  e “Revelando” (1998), “Janelas” (1990), “Cem horas de poesia” (1991), “Terno” (1995), “Poemas de cor” (1996), “Poemas Grisalhos” (1997),”Candeias. Milagres e Romarias” (2000), “Donas” (2003), “Cartas de dor Cartas de alforria” (2005) e “O sal é um dom” (2008), além de poemas e outros escritos inéditos.

E no quadro Ponto G, com Eugênio Afonso, o assunto também é o universo das letras, mas na vertente “literatura gay”, ou a literatura que tenha como eu-lírico o homossexual, que reflita o universo da cultura LGBT e explicite o desejo por pessoas do mesmo sexo. Para isso, o programa conversou com os escritores Hugo Porto, que escreveu o romance “Boris, Meu Amigo Gay”, e João Figuer, autor do livro de poesias “De Amor, Desamor e uma Pitada de Sal”.

O programa ainda discute o papel da tecnologia aliada à arte. As diversas possibilidades em que o aparato tecnológico influi no resultado artístico, não apenas como método, mas como técnica. Em destaque, também a exposição “Sensorium”, que, com o uso de GPS e câmeras acopladas a aparelhos, cria resultados visuais surpreendentes. Há, ainda, um bate-papo com a pesquisadora e coreógrafa Ivani Santana, do coletivo Mapa D2, que utiliza imagens de performances em dança projetadas nas próprias apresentações do grupo.

URL:
Incorporar:

Favoritos
rss

titulo_ta_rolando

                

videos_dos_programas

busca_avancada_azul
Encontre um arquivo no nosso banco de dados.
videos_mais_vistos
voce_reporter_video
videocast

© 2017 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.